Mamá ( 2008 )

No resgate na memória de alguns curtas que assisti nos últimos anos, devido a escrita do post sobre o RED BALLOON, uma grata surpresa fora o sinistro espanhol: Mamá do diretor Andres Muschietti, lançado em 2008.
Dado o experimento de efeitos especiais e a atuação das duas garotas: Victoria Harris e Berta Ros o público poderia esperar o DNA espanhol impresso em filmes como do popular A Espinha do Diabo(El Espinazo Del Diablo, 2001) mas não acontece já que o clima, ambientação e elementos são cosmopolitas e o mini-conto “peliculado” – ou seria mais um ensaio ? –  poderia ser creditado a diretor de qualquer nacionalidade.

A premissa é: Lili e Victoria espreitam os corredores da casa, o medo é visível por suas feições e a tensão tácita nos olhares. Ainda que cuidadosamente tenham lembrado do peixinho de estimação a urgência de sair da casa é seu objetivo. Mas do quê elas fogem? o que as amedronta?

Além da direção, Andres, também assina o roteiro, assim como em seu outro curta de maior repercussão: Nostalgia En La Mesa 8(1999), ganhador dos prêmios Goden Sun de melhor curta no Biarritz International Festival of Latin American Cinema e o Special Mention no Havana Film Festival. Consta ainda como ator no Una Noche Con Sabrina Love(2000).

A trilha que garante a tensão fora criada por Gil Talmi, experiente compositor de documentários como o da BBC: Galápagos(2006). Apesar de muitas criticas voltadas a músicos de “tons” para curtas, filmes e seriados, essa foi a ponta diferencial entre o horror das garotas e um clima “pregar de peças” que o curta facilmente poderia passar em seus minutos iniciais. 

Guilhermo Del Toro e o longa.

Citar o longa de Andres e não ler nada associado a Guilhermo é quase impossível, dado a relevância de tutor que o segundo exerce no primeiro. Chegando ao ponto de inspirado pelo curta, Guilhermo, resolver fazer a ponte de produção para trazer as telas dos cinemas, agora em 2012, o Mamá na sua releitura conceitual.

O roteiro escrito por Neil Cross( Luther: The Calling(2011), Captured(2010), Bural(2009) e etc…) reconta a história – dessa vez em inglês – do personagem criado por Andres, a Mama(mãe) agora renomeada para Annabel, uma mulher que adota duas crianças perdidas na floresta mas tem como plano usá-las para trazer à vida os seus filhos biológicos mortos.

Os papéis principais estão a cargo de Jessica Chastain(O Abrigo,2011) como Annabel e Nikolaj Coster-Waldau (Jaime Lannister de Game of Thrones) no papel de Lucas.

Em fase de pós-produção ao que tudo indica será lançado agora em 2012.

Enquanto isso assista ao Mamá, o curta:

Anúncios

~ por Edward "Toy" Facundo em 21 de abril de 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: